terça-feira, 16 de novembro de 2010

O mito da grama mais verde




Não cobiçarás a casa do teu próximo. Não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma que pertença ao teu próximo. Êxodo 20:17

Cobiça não é admiração inofensiva daquilo que o vizinho possui. É o desejo veemente de possuir o que é dele, a ponto de incorrer em adultério, furto ou homicídio, dependendo do objeto cobiçado.

O rei Acabe, por exemplo, cobiçou a vinha de Nabote a ponto de permitir que Jezabel, sua mulher, planejasse a morte desse homem a fim de se apossar de sua propriedade (1Rs 21:1-16). Vejam o que diz Tiago: “Cada um é tentado pela sua própria cobiça, quando esta o atrai e seduz. Então, a cobiça, depois de haver concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, uma vez consumado, gera a morte” (Tg 1:14, 15). Daí por que o décimo mandamento é diferente dos outros nove, porque enquanto eles se concentram no comportamento (Não terás, não farás, não tomarás, não furtarás, etc), este mandamento se dirige à raiz de todos os nossos problemas: os motivos.

A verdade é que somos responsáveis diante de Deus não só pelos nossos atos, mas também pelos pensamentos. Os pensamentos impróprios promovem desejos impróprios, que por sua vez geram ações incorretas: “Porque do coração procedem maus desígnios, homicídios, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos, blasfêmias” (Mt 15:19).

“Este mandamento revela a profunda verdade de que não somos escravos desamparados de nossos desejos naturais e paixões. Dentro de nós existe uma força de vontade que, sob o controle de Cristo, pode submergir todo desejo ilícito e paixão (Fp 2:13)” (SDA Bible Commentary, v. 1, p. 607, 608).

Quando cobiçamos algo, nos tornamos infelizes, porque passamos a comparar o que os outros têm com o que temos ou deixamos de ter: “Ah, se eu tivesse uma casa igual à dele!” “Ah, se minha mulher fosse assim tão carinhosa!” “Ah, se meu filho fosse tão estudioso quanto o seu!”

Qual o remédio para a cobiça? É o contentamento. “Seja a vossa vida sem avareza. Contentai-vos com as coisas que tendes” (Hb 13:5). Se Jesus habita em nosso coração será mais fácil nos contentar com o que temos, pois o que realmente importa é ter a eternidade no coração.

Logo os bens terrenos passarão. Então veremos que o Céu é o único lugar onde a grama é, de fato, mais verde.

sábado, 5 de junho de 2010

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Por do sol no Parque Cambuí

Deixe sua mensagem após o sinal

Clamei, e ninguém respondeu, falei, e não escutaram. Isaías 66:4

Estamos vivendo na era das secretárias eletrônicas, em que as pessoas, não querendo ser perturbadas por chamadas telefônicas incômodas, sejam de telemarqueteiros, vendedores, solicitadores de doações e outros, deixam na secretária eletrônica a seguinte mensagem gravada: “Você ligou para 4800-5699. No momento não podemos atender. Deixe sua mensagem após o sinal.”

O escritor Hal Shymkus diz que na Flórida há uma casa em que a secretária eletrônica contém a seguinte mensagem: “Não, nós não estamos precisando consertar o telhado; as paredes também estão boas. Não estamos querendo comprar aparelho de ar-condicionado ou geladeira. E já temos seguro de saúde. Se ainda assim você quiser deixar uma mensagem, aguarde o sinal.”

As coisas estão assim, hoje em dia. E podem piorar. Pode ser que um dia o marido ligue para casa e ouça a voz da esposa, na secretária: “Alô, aqui é a sua esposa. Para saber o cardápio do jantar, disque um. Para se desculpar pelo que você disse ontem à noite, disque dois. Para dizer ‘eu te amo’, disque três. Se quiser falar comigo pessoalmente, disque zero e aguarde. Logo irei atendê-lo.”

Um dia, ao entardecer, Adão recebeu um chamado de Deus: “Adããão, onde você está?” Mas Adão estava escondido atrás de um arbusto, e não queria conversa com Deus.

Um dos trágicos resultados do pecado, é que ele bloqueia a comunicação do homem com Deus. Adão certamente preferia que a secretária eletrônica atendesse o chamado, com sua voz gravada: “Aqui é a residência de Adão e Eva. No momento estamos nus e não podemos atender. Deixe Sua mensagem após o sinal.” Mas Deus queria falar com ele pessoalmente.

Às vezes, atendemos um chamado divino com a mesma má vontade como o faríamos com uma pessoa importuna, que liga fora de hora. “Não, Senhor, eu não pretendo mudar de vida, no momento.” “Não, eu ainda não estou preparado para abandonar alguns pecados.” “Não, eu não quero ir à igreja.” “Dízimo? Ah, eu acho que 8% está bom.”

O livro de Hebreus começa dizendo que Deus falou muitas vezes, e de diversas maneiras, no passado. Mas “nestes últimos dias, nos falou pelo Filho”. É como se Deus tivesse Se cansado de deixar mensagens na secretária e finalmente decidisse descer até aqui para conversar conosco pessoalmente.

E o que Ele veio nos dizer? Não só dizer, mas mostrar que, apesar dos nossos pecados, Ele nos ama e quer nos salvar. E isso Ele demonstrou supremamente na cruz.

terça-feira, 27 de abril de 2010

domingo, 21 de março de 2010

45 segundos poderiam determinar seu destino


Com uma dramática vitória nas finais estaduais de um time que viera lá de baixo, o técnico Cleveland Stroud e os Bulldogs da Escola Secundária de Rockdale conseguiram ser campeões no campeonato de basquete da Geórgia em 1987. Contudo não há registro desse acontecimento na prateleira dos troféus, porque e os oficiais da escola alertaram as autoridades para o fato de que um jogador ilegal do ponto de vista escolar havia jogado por 45 segundos durante o primeiro jogo deles após as classificatórias. "Não sabíamos que ele estava ilegal na época", Stroud relatou. "Algumas pessoas disseram que não devíamos ter dito nada sobre isso, que tinham sido apenas 45 segundos e que o jogador não era um jogador de impacto. Mas a gente tem que fazer o que é honesto e... o que as regras dizem. Eu disse ao meu time que as pessoas se esquecem das pontuações dos jogos de basquete, mas não se esquecem daquilo do qual a gente é feito."

Muitos de nós fingimos ter uma personalidade agradável para esconder nossas garras, mas nosso verdadeiro caráter é revelado pelo que fazemos quando achamos que ninguém está olhando. Ouvi falar que a principal razão pela qual as pessoas não creem em Deus é que tantos cristãos que O professam com os lábios O negam com a vida.
A esperança, contudo não é perda. Pela habitação do Espírito Santo podemos adquirir novo caráter e ser enxertados em Jesus. Os frutos do Espírito são: amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio, justiça e verdade. Esses atributos celestiais, embora não sejam produzidos por meio de esforço consciente de nossa parte, são aperfeiçoados quando perseveramos em fazer o que é certo, quer seja devolvendo o troco a mais recebido no caixa, quer seja não seguindo a multidão para fazer o mal.
Querendo ou não, estamos em evidência. Somos conhecidos por nossos frutos espirituais. Quando nos comportamos mal, ou deixamos de nos comportar bem, estamos tornando a fazer o mundo exterior descrer do cristianismo. O mundo não apenas procura em nós exemplo morais, mas os espera de nós.
Semeie um hábito e você colhe um caráter, semeie um caráter e você colhe um destino. As pessoas nunca se esquecem daquilo que você é feito. Então, o que você vai fazer? Você tem apenas alguns segundos pra reagir... 45, para ser exato.

sexta-feira, 19 de março de 2010

Congresso Esperança Web


"Louvemos ao Deus e Pai do nosso Senhor Jesus Cristo! Por causa da sua grande misericórdia, Ele nos deu uma nova vida pela ressurreição de Jesus Cristo. Por isso nosso coração está cheio de uma esperança viva.
Assim esperamos possuir as ricas bençãos que Deus guarda para o seu povo. Ele as guarda no céu, onde elas não perdem o valor e não podem se estragar e nem ser destruídas. Essas bençãos são para vocês que, por meio da fé, são guardados pelo poder de Deus para a salvação que está pronta para ser revelada no fim dos tempos." I Pedro 1; 3,4.


O Mundo parece não ter esperança...
A dor e a miséria impera por toda parte...
A Natureza clama por socorro...
Terremotos, vendavais, furacões, tempestades, miséria, fome e desespero...
Assim está a situação do Mundo.
Onde está a ESPERANÇA?
Será que ela ainda existe?

Cremos no Deus que promete nova vida e vida eterna. Uma vida cheia de alegria com valiosos tesouros e bençãos para aqueles que o aceitarem.
Não quer você também conhecer este Deus?
O Deus da ESPERANÇA!
O Deus da RENOVAÇÃO!
O Deus da ETERNIDADE!

JESUS EM BREVE VOLTARÁ! PREPARA-TE!

"-Certamente venho logo!
Amém! Vem, Senhor Jesus!"
Apocalipse 22:20.


domingo, 28 de fevereiro de 2010

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Pra começar...



Bem amigos da internet, nós resolvemos criar esse blog pra apresentar os jovens adventistas de Campo Largo a quem não conhece. Com um pouco de humor (às vezes) e com a AJUDA DIVINA esse blog vai prosperar. As críticas nós aceitamos como ajuda.
Lembrando aos jovens do T. J.: "Somos jovens adventistas, faça chuva ou faça vento, você vai pro Camporí, Deus te enche de TALENTO."

Seguidores

Clima Tempo